Conheça história, ruas, imóveis, gastronomia, cultura, escolas, comércio, serviços e lazer do bairro dos Jardins em São Paulo

O bairro dos Jardins, em São Paulo, é uma das áreas mais valorizadas, desejadas e agradáveis da capital paulista. Tem ruas charmosas, áreas verdes e imóveis de alto padrão.  É por isso que viver no bairro dos Jardins é ter, a passos de distância, tudo que São Paulo tem de bom.

Quem mora no bairro tem, acima de tudo, uma rotina mais completa. Restaurantes, cafeterias, museus, teatros, cinemas, escolas, os melhores serviços da cidade e as principais grifes estão instalados na região. No bairro dos Jardins, em São Paulo, também fica um dos clubes mais tradicionais da metrópole: o Clube Atlético Paulistano.

Na verdade, a região conhecida como Jardins compreende 3 bairros: Jardim América, Jardim Paulista e Jardim Europa. Desde o início, o projeto urbanístico do bairro dos Jardins foi inspirado em bairros londrinos. E foi desenhado, principalmente, com o objetivo de oferecer alta qualidade de vida e bem-estar aos moradores.

As obras começaram pelo Jardim América,  em 1913, a partir de um loteamento feito pela Companhia City of S. Paulo Improvements and Freehold Land Co. Ltda. Na década de 1920, foi feito o loteamento do Jardim Paulista. E a partir de 1922, foi criado o projeto do Jardim Europa. Ele seguia as mesmas diretrizes de cidade-jardim: ruas curvilíneas com intensa arborização e integradas a praças e a jardins internos.

Agora que você já sabe mais sobre a história do bairro dos Jardins em São Paulo, conheça as principais opções de lazer da região.

Quer saber mais sobre o bairro dos Jardins?
Tenha um e-book completo com todas as informações sobre o bairro dos Jardins em São Paulo!

Restaurantes e bares no bairro dos Jardins

Na capital da gastronomia, o bairro dos Jardins em São Paulo é o principal reduto para quem quer comer e beber bem. Ele reúne alguns dos mais tradicionais e renomados restaurantes da metrópole – como Fasano e D.O.M, por exemplo. Mas não para de trazer novidades para quem procura boa comida e ambientes charmosos para uma refeição agradável ou um drink ao fim do dia. Novos restaurantes, como o Bossa, ajudam a renovar a fama do bairro como point gastronômico paulistano.

Cafeterias, docerias e padarias no bairro dos Jardins

O bairro dos Jardins em São Paulo também reúne ótimas cafeterias, docerias e padarias. Os endereços são parada obrigatória para quem passeia à tarde ou faz compras pelas ruas do bairro. Existem lugares muito tradicionais, como a cafeteria Cristallo da Rua Oscar Freire (com as mesas na calçada sempre lotadas), a Chocolat du Jour (com flagship instalada na rua Haddock Lobo) e a Galeria dos Pães da Rua Estados Unidos (aberta 24 horas).  Mas sempre há novos endereços surgindo. Entre as sorveterias, a Bacio di Latte se destaca: tem três unidades na região, incluindo a linda loja da Rua Bela Cintra.

Lojas, shoppings e empórios no bairro dos Jardins

Para quem deseja passear e fazer compras, o bairro dos Jardins em São Paulo oferece ótimas opções. A Rua Oscar Freire e as vias do entorno reúnem lojas das melhores marcas internacionais e grandes nomes da moda brasileira, como Osklen e Tufi Duek por exemplo. Há ainda dois shoppings na região: o Cidade São Paulo e o Shopping Jardim Pamplona. E o bairro também é rico em mercados e empórios gourmets, como a Casa Santa Luzia, onde você pode encontrar produtos de todo canto do mundo. E para quem busca lojas de decoração, o bairro dos Jardins em São Paulo também oferece ótimas opções.

Parques, clubes e academias no bairro dos Jardins

Um dos principais símbolos do bairro dos Jardins em São Paulo é o Clube Paulistano. Uma das principais opções de lazer da região, o clube foi fundado em 1900.  Teve sua primeira sede no Centro, mas desde 1915 ocupa o terreno entre as ruas Honduras e Estados Unidos.

Quem procura uma academia também encontra ótimas opções no bairro, como a Les Cinq Gym (queridinha dos famosos em São Paulo) e a Studio Velocity. E para quem prefere caminhar em meio às árvores, praticar esportes, brincar com as crianças ou mesmo levar seu pet para passear, o bairro dos Jardins em São Paulo conta com alguns parques. Um deles é o Parque Trianon.  O bairro também está bem próximo do principal parque da cidade: o Ibirapuera.

Cinemas, teatros e galerias de arte dos Jardins

O bairro dos Jardins em São Paulo é o lugar ideal para quem quer ter acesso ao melhor da cultura em São Paulo. Em toda região são centenas de salas de cinema. Elas estão localizadas nos shoppings (Cidade São Paulo, Center 3, Jardim Pamplona) e também nas ruas do bairro (CineSesc e Espaço Itaú, por exemplo, têm uma ótima programação!) O bairro também abriga várias galerias de arte. E ainda conta com alguns dos principais teatros da cidade, como Procópio Ferreira e Renaissance, por exemplo. Mas há, acima de tudo, dezenas de institutos culturais na região (Sesc Avenida Paulista, Casa das Rosas, Japan House, Instituto Moreira Salles). E alguns dos principais museus do Brasil, como Masp e MIS.

Escolas, salões de beleza e os melhores serviços do bairro dos Jardins

Quem mora no bairro dos Jardins em São Paulo consegue acessar a pé alguns dos melhores serviços da cidade. Desde escolas até salões de beleza e hotéis, a região tem opções variadas e de qualidade. Um dos colégios mais tradicionais do bairro é o centenário Dante Alighieri, fundado em 1911. Ainda mais antigo é o Colégio São Luís, inaugurado em 1867.  Entretanto, há também novos colégios de grande porte, como a Escola Concept e o St. Francis College, por exemplo.

Nos Jardins ficam os salões de beleza mais famosos da capital. Na Rua Estados Unidos, por exemplo, ficam lado a lado dois endereços renomados. O 1838 (com alguns dos maquiadores mais badalados do Brasil) e o M.G. Hair Design (comandado pelo cabeleireiro das estrelas, Marco Antonio de Biaggi).

Avenida Paulista, ruas e outras histórias dos Jardins

Em 8 de dezembro de 1891, o engenheiro uruguaio Joaquim Eugênio de Lima inaugurou a Avenida Paulista. O projeto era similar ao das grandes e largas avenidas europeias. A região serviria de morada para os primeiros industriais que surgiam no período e, principalmente, para os barões do café. Por isso, mais tarde as ruas próximas foram batizadas com os nomes das cidades do interior paulista que se destacavam na produção do grão (Campinas, Itu, Jaú, Casa Branca, etc). Enquanto isso, o Jardim América, que fica do outro lado da Avenida Nove de Julho, também se desenvolveu e se modernizou. Ganhou ruas repletas de lojas, restaurantes, galerias e cafeterias, como a rua Oscar Freire, a Rua Augusta, a rua Doutor Melo Alves e a  rua Bela Cintra.

Procura um imóvel no bairro dos Jardins?
Conheça nossos apartamentos à venda, prontos para morar!