Nós, da CASA UNIQUE, adoramos reformas. Transformar apartamentos antigos em espaços modernos e funcionais é a nossa paixão.

Mas, com a experiência de mais de 15 anos no mercado imobiliário, sabemos que a reforma também pode representar uma enorme dor de cabeça se não for bem planejada. Pode custar tempo e dinheiro e, ainda assim, não atingir o resultado almejado.

Por isso, com base na nossa vasta experiência no ramo, selecionamos 5 dicas que podem ajudá-lo a fazer uma reforma que valorize seu imóvel:

 

1.Contrate profissionais experientes em reformas de apartamentos

Ao reformar um apartamento, encontra-se vários empecilhos que não existem na reforma de uma casa. É preciso respeitar as regras do condomínio, a estrutura hidráulica e elétrica do prédio, além dos padrões e localizações de janelas e vigas.

Por isso, contratar arquitetos e empreiteiros sem experiência nesse tipo de reforma representa um grande risco. O apartamento pode se transformar em uma verdadeira colcha de retalhos, sem funcionalidade e desbalanceados.

 

2.Redimensione os ambientes e elimine áreas mortas

Antigamente, devido ao grande número de empregados da casa, os imóveis de alto padrão tinham dependências de serviço (lavanderia, quarto e banheiro de empregados) muito grandes, que hoje são mal aproveitadas. Vale a pena, por exemplo, transformar um dos banheiros de serviço em um banheiro social.

Nos apartamentos antigos, também era comum haver um maior número de quartos. E como hoje as famílias já não têm tantos filhos, vale a pena reduzir o número de ambientes para criar suítes máster, dando mais conforto aos moradores.

O número de banheiros e sua localização na planta também é algo que merece atenção. Apartamentos com lavabos e suítes master são mais valorizados.

Corredores muito grandes e ambientes recortados com muitas paredes também criam áreas mortas. Elimine esses espaços, lembrando sempre que cada metro quadrado vale muito.

 

3.Não pense apenas nas suas necessidades atuais

Infelizmente, ao desenhar um projeto, alguns arquitetos e moradores pensam apenas nas necessidades atuais da família. O resultado é que a planta do apartamento logo ficará desatualizada.

Imagine como será a rotina da sua família nos próximos anos e crie soluções que já contemplem essas mudanças. Uma menina de 8 anos, por exemplo, logo se tornará uma adolescente que precisará de mais espaço nos armários.

O mesmo raciocínio vale para criar a planta elétrica da casa. Quantos pontos de luz e de tomada você precisa hoje? E nos próximos anos? Lembre-se que a tecnologia está cada vez mais presente na rotina das famílias e que é grande a tendência de comprarmos mais eletrônicos nos próximos anos

Ao pensar no futuro, você consegue dimensionar melhor os armários e infraestrutura, além de balancear o tamanho de cada ambiente da casa.

 

4.Não economize na infraestrutura

Como tubos, cabos e outros materiais usados na infraestrutura hidráulica e elétrica da casa ficam escondidos, muitas pessoas cometem o erro de economizar na compra desses produtos.

É uma economia que sai caro. Caso você tenha qualquer problema hidráulico ou elétrico, será necessário quebrar não apenas as paredes (o que gera muito incômodo aos moradores) mas também estragar revestimentos nobres que acabaram de ser instalados.

 

5.Fuja de modismos

Todo mundo gosta de seguir a moda. Porém, quando o assunto são os revestimentos aplicados na casa, é um pouco perigoso investir nas tendências da última estação.

Prefira acabamentos mais neutros. Materiais com cores ou texturas muito específicas têm grande chance de logo ficarem datados.  Quando isso acontece, a casa que acabou de ser reformada fica com cara de velha.

É claro que seguir o seu gosto pessoal é muito importante. Você precisa se identificar com a sua casa, adorar a decoração escolhida.

Mas além de ser o seu recanto, a casa também é seu patrimônio. Por isso, planeje a reforma não apenas com critérios estéticos, mas também com critérios financeiros. Pense que, caso você queira revender o apartamento em cinco anos, ele ainda deverá ser atrativo e valorizado pelo mercado.

Pensando assim, você não desperdiçará seu dinheiro na reforma e ainda conseguirá montar o apartamento que sempre sonhou.

Leave a Reply